quarta-feira, 28 de maio de 2008

Dropes do dia

28 05 08
Aneel


Jerson Kelman disse que o leilão da usina de Jirau não foi para licitar uma obra e sim uma concessão. Constam, no entanto, as coordenadas de localização tanto na licença prévia como no edital para a construção das obras civis da usina de Jirau. EIA/RIMA para concessão?

Ministério de Minas e Energia

O Ministro Edison Lobão disse que os incidentes de Belo Monte não deverão atrapalhar a proposta para mudança da localização do projeto de Jirau, no rio Madeira. Aneel e Ibama vão decidir.

Suez


Os “novos” estudos ambientais já serão apresentados ao Ibama no início de Junho. Já expuseram à Aneel os motivos da pretendida mudança de Jirau e agora, parece, é a fase de convencimento da sociedade, dos ambientalistas, do IPHAN, das populações locais, da equipe técnica do Ibama, etc.


Antes, ainda, terão que convencer que o Complexo do rio Madeira deverá ser construido...


Nas notícias veiculadas depois do leilão de Jirau divulgou-se que a economia com a mudança de sua localização seria de 1 bilhão de reais; esta semana (com a inflação anunciada pelo governo), a tal economia já subiu para 3 bilhões de reais!

PBA de Santo Antônio


No Plano Básico Ambiental - PBA da usina de Santo Antônio consta que haverá um desequilíbrio sedimentológico no estirão a jusante da barragem e que isso criará uma alteração da declividade média do rio.


Essa condição poderia provocar mais assoreamento com graves conseqüências para a navegação.


Estranho é que a ex-Ministra Marina Silva, na sua entrevista de despedida tenha dito que tinham resolvido os problemas dos sedimentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário