segunda-feira, 2 de junho de 2008

Dropes do dia

02 06 08

PBA

Os estudos ambientais da usina de Santo Antônio, no rio Madeira, foram insuficientes quanto aos comportamentos sedimentológicos e hidrossedimentológicos. No Projeto Básico Ambiental – PBA consta que é preciso aprofundar esses conhecimentos.

A avaliação dos prognósticos de assoreamento do rio Madeira com as usinas deveria ter sido feita no âmbito do EIA para análise no processo de licenciamento. O PBA demonstra que ainda é preciso mais subsídios para estimativas de erosão.

Essa é outra comprovação de que as lacunas no EIA das usinas do Madeira maculam a licença prévia concedida pelo Ibama.

CONAMA

O requerimento ao Conselho Nacional de Meio Ambiente - CONAMA que questiona insuficiências do EIA/RIMA e irregularidades no processo de licenciamento das usinas do rio Madeira, elaborado pelos ambientalistas Zuleica Nycz, Luiz Carlos Maretto e Telma Delgado Monteiro, já está na pauta da próxima reunião dos dias 17 e 18 de junho. Como não pôde ser apreciado na reunião de abril, em Fortaleza, o requerimento voltou para a pauta acrescido dos anexos que embasam os considerandos e de perguntas específicas dirigidas ao Ibama, ao MMA, à FUNAI e à FUNASA.

Eólica

O Brasil está perdendo a oportunidade de aproveitar os ventos que poderiam gerar muitos Mw de energia e substituir grandes hidrelétricas como as do rio Madeira, Belo Monte e a tentativa de barrar o rio Tapajós, também.

Até o final deste século o aquecimento global, segundo os cientistas, poderá ocasionar a redução da força dos ventos compromentendo a eficiência da geração eólica no nordeste do Brasil. A hora é agora. Estamos mais uma vez na contramão da história.

Nenhum comentário:

Postar um comentário