terça-feira, 11 de novembro de 2008

Quem é Almir Suruí?















Telma Delgado Monteiro

Esse incrível personagem da foto é Almir Suruí. O Brasil não conhece Almir Suruí. Ele é um índio que nascido em Rondônia, depois de defender seu povo e as terras do seu povo foi a Genebra, na Suiça, indicado pela Sociedade Internacional de Direitos Humanos para receber um prêmio. 
Esse prêmio,  como destaque na luta pelos direitos humanos,  também foi concedido em 2000, ao Dalai Lama.
Que orgulho ter Almir Suruí entre os brasileiros ilustres. Filho da Amazônia que queremos e lider de povos em extinção.
Almir Suruí. Ele é um  herói dos povos indígenas que vive na Terra Indígena Sete de Setembro, em Cacoal, Rondônia. É hoje reconhecido internacionalmente por ter tido a coragem de denunciar à Organização dos Estados Americanos (OEA), a exploração ilegal de madeira nas terras indígenas, por defender os direitos e a integridade dos Índios Isolados e por lutar contra as hidrelétricas do rio Madeira que vão afetar Terras Indígenas.  
A Sociedade Internacional de Direitos Humanos  é uma organização com cerca de 30 mil membros, em 26 países, e destacou a figura desse líder indígena brasileiro como um exemplo entre aqueles que lutam pelos direitos humanos.
Parabéns Almir Suruí*, parabéns Amazônia! Obrigada por mostrar ao mundo que o Brasil tem filhos dignos como você.
*Líder indígena, e assessor indígena da Kanindé.
Conselheiro da COIAB - Coordenação das Organização Indígenas da Amazônia Brasileira Representante da COIAB na CIPIACI.
Coordenador Geral da Associação Metareilá do Povo Indígena Suruí.

3 comentários:

  1. Que bom ver o Almir Surui sendo tendo seu trabalho reconhecido. Da orgulho saber que ele esta, pelo menos lá fora sendo respeitado. Por enquanto aqui no Brasil o que fazem é licenciar a usina hidreletrica que ameaça o povo de Almir Surui e outros povos indigenas. Como dizia Tom Jobim: O Brasil tá matando o Brasil.

    ResponderExcluir
  2. Se o Almir for o filho do Itabira, eu vou chorar de emoção!
    Eu já carreguei o filho do Itabira no colo lá pelo inicio da década da destruição (1982 a 1986), quando eu morava ao lado da Funai em Porto Velho. Eu pescava todos os finais de semana e levava os peixes para os indios ou os levava até minha casa para comer peixe moqueado.
    Sou o Chico Pescador (Chico Morib Ei Pãim), Piracicaba-SP Brasil

    ResponderExcluir
  3. Gostaria que me informassem o Face Book do Almir Surui, será um grande prazer te-lo na minha lista de amigos, quero segui-lo, me interesso muito pela matéria. Meu Face Alfil da Silva

    ResponderExcluir