Consórcio faz novas alterações no projeto de Jirau

A ENERSUS decidiu que serão 46 turbinas na hidrelétrica de Jirau, duas a mais do que o previsto no projeto original. A Licença de Instalação foi concedida para 3 300 MW e 44 turbinas. O consórcio já havia alterado a localização da usina depois do leilão em que se sagrou vencedora e agora resolveu produzir mais energia – 3 450 MW - com o mesmo investimento, aumentando o número de turbinas.

O Ibama, a ANA e a ANEEL já se manifestaram sobre isso? Há mudanças na concepção do projeto básico, devido ao novo arranjo para mais duas turbinas, nas características que constam na licença ambiental e, no caso da outorga, na vazão máxima turbinada.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Cordel da Energia

A Amazônia e a Reserva Nacional de Cobre e Associados (RENCA)

Qual, é afinal, o papel da Funai?