Sujeira debaixo do tapete

"O que a sociedade sul-mato-grossense precisa entender é que esse processo de demarcação não tem volta. Não há nenhuma possibilidade de colocar 40 mil índios debaixo do tapete."

Procurador da República em Dourados, Marco Antonio Delfino de Almeida, sobre as novas demarcações de terras indígenas destinadas aos Guarani Kaiowá, em Mato Grosso do Sul, que irão ocorrer. Fonte: Agência Brasil

BNDES

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) está financiando projetos de economia solidária e promoção do desenvolvimento territorial. Dessa forma o governo federal pensa que poderá minimizar os efeitos negativos causados por grandes obras financiadas pelo banco. Fonte: Agência Brasil

É uma forma de empurrar a sujeira para debaixo do tapete!


Comentários

  1. Olá! Ví seu artigo "Linhas de Transmissão de Energia Elétrica de Alta Tensão e os Efeitos dos Campos Eletromagnéticos – CEM - na saúde pública" Estoupreocupado em avaliara distância segura de uma linha de transmissão da minha residência e buscando informações. Ví no seu artigo uma referência de distância de linhas adotada na Califórnia. Pesquisei no site da OMS e liguei para a Eletropaulo para saber qual seria a referência em KV da linha, sem sucesso ("não haveria qq problema com a linha, posso ficar despreocupado..."). Pensei que talvez vc pudesse me indicar algum caminho. Obrigado, Alberto - awg9@terra.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Cordel da Energia

Qual, é afinal, o papel da Funai?

A Amazônia e a Reserva Nacional de Cobre e Associados (RENCA)