Rio Teles Pires: outra Sete Quedas poderá desaparecer

A usina Teles Pires no rio do mesmo nome, na divisa do Pará com Mato Grosso, está planejada para ser construída num local chamado Sete Quedas. Um cenário maravilhoso de corredeiras poderá desaparecer para sempre.

O Teles Pires junto com o rio Juruena formam o Tapajós. O Governo Federal está começando a nos impor o Complexo do Tapajós. Os estudos ambientais já estão sob análise do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama), mas não estão disponíveis para a sociedade, ainda.

A primeira Sete Quedas, no rio Paraná, foi destruída quando fizeram Itaipu. Agora estamos caminhando para a destruição da segunda Sete Quedas, a do rio Teles Pires. Pobres rios brasileiros!


Foto: Sete Quedas, rio Teles Pires, local onde querem  implantar a UHE Teles Pires

Comentários

  1. Olá!
    Parabéns pelo texto, mas tenho que te corrigir em uma coisinha:

    As Sete Quedas não estavam situadas no rio Iguaçú, mas sim no rio Paraná, em Guaíra, e não em Foz do Iguaçú, e eram as maiores cataratas do mundo em volume d'água, com uma vazão média de 50.000 m³ de água por segundo, enquanto as cataratas do Iguaçú, situadas em Foz do Iguaçú, possuem uma vazão de 1.800 m³ de água/segundo...

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pelo comentário. Já corrigi meu erro. Esclarecimento muito importante!
    Telma

    ResponderExcluir
  3. Já visitei o lugar, realmente incrível. É uma pena caso venha a desaparecer

    ResponderExcluir
  4. Eles nao podem simplismente sair acabando com o rio,muito lindo esse lugar,e elem do mais varias casas para pesca ficarao abaixo de água...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Cordel da Energia

Qual, é afinal, o papel da Funai?

A Amazônia e a Reserva Nacional de Cobre e Associados (RENCA)