Belém intensifica mobilização para o ato mundial contra Belo Monte


O Comitê Metropolitano do Movimento Xingu Vivo anunciou no início da noite (11.08) a sua programação local para o ato mundial contra Belo Monte, que ocorrerá em vários estados brasileiros.
O ato do dia 20 de agosto terá início às 8 da manhã, na Praça da República, em frente ao Teatro da Paz e seguirá até o Ver-o-Peso, considerada a maior feira livre da América Latina, às margens da baía do Guajará.

O Comitê anunciou também a participação da Coluna Xingu Vivo na Jornada Nacional de Lutas, que terá início no próximo dia 17 de agosto e que será marcada por uma série de atos de protestos contra o governo brasileiro.


Várias ações mobilizadoras para a semana que antecede o ato estão sendo preparadas. Para isso, serão usadas as rede sociais na internet, colagem de cartazes e panfletagens em praças, locais de trabalho e de estudos.

O ato, segundo seus organizadores, será uma demonstração pública de repúdio em escala mundial à construção da usina de Belo Monte, na Volta Grande do rio Xingu, sudoeste paraense. Um repúdio contra a decisão do governo de Dilma Rousseff de construir a usina sem considerar os apelos da comunidade científica e das populações locais. Mas será sobretudo um grito mundial em defesa dos povos, da floresta e dos rios da Amazônia, afirmam.

Outras cidades paraenses farão protesto.

Informe da UES – Em Santarém ocorrerá também um ato público contra a construção da usina de Belo Monte e das hidrelétricas no rio Tapajós. A manifestação está sendo articulada pela União dos Estudantes de Ensino Superior de Santarém (UES) e pela Frente em Defesa da Amazônia (FDA). E contará com a participação dos movimentos sociais da região que se opõem ao modelo de desenvolvimento econômico predatório imposto pelo governo federal na Amazônia.

A concentração para o ato será às 18h do Sábado (20), na Praça da Matriz, com caminhada pela orla da cidade até o ‘Mascotinho’, local onde os manifestantes debaterão com a sociedade santarena sobre os reais interesses por trás de projetos como Belo Monte.
Pelo Brasil e pelo mundo

Informe da Frente de Ação Pró-Xingu- Os estados brasileiros que já confirmaram participação no ato são: Acre, São Paulo, Rio de janeiro, Pernambuco, Amazonas, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Bahia, Brasilia, Belo Horizonte, Maranhão, Mato Grosso, mato Grosso do Sul, Pará, Amazonas, Paraná, Minas Gerais e Brasilia.
Países: França, Equador, Peru, México, Estados Unidos, Canadá, Argentina, Chile, Reino Unido, Espanha e Portugal.

Anote na agenda:
Em São Paulo-SP o evento se realizará na Av. Paulista, em frente ao MASP (Museu de Arte de São Paulo) as 13:00min hs

No Rio de Janeiro-RJ, posto 4 na Av. Atlântica em Copacabana, as 14:00 hs

Em Salvador-BA, Praça Campo Grande, até a Praça Municipal, as 14:00 hs

Em Fortaleza-CE, praça José de Alencar, centro, as 13:00 hs

Em Recife-PE, Praça do Derby, as 14:00 hs

Em Brasília-DF, em frente ao congresso nacional, as 14:00 hs

Em João Pessoa-PB, feirinha de Tambaú, as 14:00

Em Belém-PA, Praça da República, em frente ao Teatro da Paz rumo ao Ver o Peso, as 08:30

Na França, Parvis des droits de l’Homme, place du Trocadéro, Paris, 15:00h

Em Portugal, …

PORTO, Consulado Brasileiro, Av França n° 20, as 13:00 hs
LISBOA, Consulado Brasileiro, Praça Luis de Camões , CHIADO


Em San Francisco, 300 Montgomery street, Suite 900, San Francisco, CA 94104, day 22, Monday, in Brazilian Consulate.

Convocatória


WORLD ACTION AGAINST BELO MONTE
August 20, 2011
IN EVERY CITY, IN EVERY COUNTRY

The struggle against Belo Monte and the development model of consumption and of the market, exterminators of dreams and lives reaches a decisive stage.
The monsters of weapons has arrived in the Xingu. Machines that devour trees and coldly annihilate birds and small animals. Cries and wailing echo in the forest.
Corrupt governments and politicians, businessmen and miners, capital, want to kill the Xingu river to generate energy for industries that pollute, overheat and destroy the planet. Against the project of death, thousands, millions of women and men are already organized. Defending life, will give, without hesitation, their own lives.
IN DEFENSE OF THE PEOPLES, OF THE FOREST AND OF THE RIVERS OF AMAZONIA!
WORLD ACTION AGAINST BELO MONTE
IN EVERY CITY, IN EVERY COUNTRY
_____________
ATO MUNDIAL CONTRA BELO MONTE
20 DE AGOSTO DE 2011
EM CADA CIDADE, EM CADA PAÍS


A luta contra Belo Monte e o modelo de desenvolvimento do consumo e do mercado, exterminadores de sonhos e vidas, chega a uma etapa decisiva.
Os monstros de ferro já chegaram ao Xingu. Máquinas que devoram árvores e aniquilam friamente pássaros e pequenos animais. Gritos e gemidos ecoam na floresta.
Governos e políticos corruptos, empreiteiras e mineradoras, o capital, querem matar o rio Xingu para gerar energia para indústrias que poluem, superaquecem e destroem o planeta.
Contra este projeto de morte, milhares, milhões de mulheres e homens já estão organizados. Defendendo a vida, darão, sem hesitar, suas próprias vidas.
EM DEFESA DOS POVOS, DA FLORESTA E DOS RIOS DA AMAZÔNIA!
ATO MUNDIAL CONTRA BELO MONTE – 20 DE AGOSTO DE 2011
EM CADA CIDADE, EM CADA PAÍS

Para maiores informações:
xinguvivoparasempre@gmail.com
www.twitter.com/xinguvivo 


Comentários

  1. Ninguem morre com a construção de uma usina hidrelétrica, muito pelo contrário ela ajuda muito na produção de energia, a qual sem ela nao teríamos como nos virar direito. A não ser que vcs prefiram queimar carvão, quem sabe é uma idéia melhor !!!!!????? não neh !!! todas as pessoas atingidas receberão indenização e sempre passam a ter uma vida melhor em todos os sentidos...... é uma vergonha falar absurdos sobre a implantação da usina !

    ResponderExcluir
  2. Tudo isso e mentira como morre na usina vão enventar outra.
    Palhaçada hunhun né que eu digo!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Cordel da Energia

A Amazônia e a Reserva Nacional de Cobre e Associados (RENCA)

Qual, é afinal, o papel da Funai?