Tapajós: hidrelétrica São Luiz do Tapajós e a Comunidade Pimental

video

Comentários

  1. O video fala de faz um ano... o qué está acontecendo AGORA na Vila do Pimental?

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Existe um movimento de atingidos por usinas hidreletricas. Este movimento esta sendo gerido por um grupo de advogados que ganham altos lucros as custas dos moradores atingidos por barragens. Se disfarcando de movimento, este grupo de advogados fazem o morador assinar contratos de representacao judicial aparentemente "sem custo" mas ao final de cada processo judicial embolsam entorno de 20% do valor da indenizacao. O primeiro passo deste grupo de advogados consiste em fazer terrorismo com as comunidades e instigam a participacao no tal movimento fazendo os moradores desinformados trabalharem de graca em prol do referido movimento. Instigam que os moradores realizem atos de vandalismo fornecendo apoio juridico para tais atos deixando o morador cada vez mais dependente dos tais advogados. Este grupo disfarcado de movimento esta sendo investigado pois tem lucrado alguns milhoes nas costas dos moradores atingidos por barragens. Eh hora de dar fim a esta carneficina juridica e fazer o estado oferecer defensoria publica aos moradores atingidos por barragens. Pelo fato de ainda nao terem esta defensoria publica os moradores de Pimental sao vitmas destes advogados aproveitadores que usam o morador para ficarem cada vez mais ricos usando como disfarce um movimento que de popular nao tem nada.

      Excluir
    2. Olá, caro anônimo! Antes agradeço o comentário e o acesso ao blog. Lamento, no entanto, que você se esconda no anonimato. Quanto ao grupo dos atingidos por barragens, você deve estar se referindo ao MAB, movimento tradicional que reivindica justiça nas indenizações. Um grupo de advogados, se é que como você menciona, existe mesmo, deve fazer um trabalho sério. O movimento não tem dinheiro para pagar assistência jurídica e nada mais coerente o advogado receber um percentual das causas. Ou não deveriam ser remunerados? Se realmente o grupo de advogados existe, nesse caso, acredito que seja porque o Estado e empresas negam justiça ao atribuir indenizações vergonhosas e violam direitos humanos.

      Excluir
  3. De fato, o morador vira um alvo fácil dos advogados disfarçados de movimento....como abutres na carniça.
    -
    Porque o tais movimentos não promovem a defensoria pública para os atingidos por barragens? pois não daria um tiro no próprio pé, uma única usina pode gerar mais de 40 milhoes em honorários advocatícios.

    ResponderExcluir
  4. DEFENSORIA PÚBLICA PARA ATINGIDOS POR BARRAGENS JÁ !!! ABAIXO OS LEGIS ABUTRES.

    ResponderExcluir
  5. esse anônimo é mesmo um cego

    ResponderExcluir
  6. este anônimo com certeza nunca participou de uma conversa com essas pessoas que vão nas comunidade conversar com os moradores esses sim sabem o que falam .....

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Cordel da Energia

Qual, é afinal, o papel da Funai?

A Amazônia e a Reserva Nacional de Cobre e Associados (RENCA)