segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Energia elétrica 2015: vulnerabilidade sem precedentes


UHE Santo Antônio, rio Madeira. Foto: PAC2
Telma Monteiro

Dá uma olhada na situação dos reservatórios das hidrelétricas no último dia 06 de fevereiro (tabelas da situação da energia armazenada, abaixo, comparam 06 de fevereiro de 2015 e 06 de fevereiro de 2014). 
Energia armazenada em 06 de fevereiro de 2015. Fonte: ONS

Energia armazenada em 06 de fevereiro de 2014. Fonte: ONS
Como o Brasil é dependente de energia hidrelétrica (crítica que tem sido feita pelos especialistas) e carece de investimentos em alternativas genuinamente limpas (social e ambientalmente falando), este governo nos colocou numa situação de vulnerabilidade sem precedentes. Não há campanhas para economizar, não houve preocupação em conter o consumo industrial e comercial, não foram tomadas medidas para fechar as torneiras das perdas em transmissão e distribuição e a sociedade não foi convidada a discutir quem são os verdadeiros vilões da atual escassez de energia elétrica.
Como disse o professor Celio Bermann, em entrevista ao IHU, o consumo residencial é de 25%. Quem fica com o grosso da geração? As indústrias eletrointensivas, principalmente de alumínio, aço, petroquímica, papel e celulose. Essas indústrias deveriam ser obrigadas a economizar e pagar mais caro pelo uso da energia elétrica, além de reformar seus parques com novas tecnologias, já que na verdade exportam energia e água embutidas nos seus produtos. Mas o governo insiste em planejar mais hidrelétricas como as previstas para o rio Tapajós. 

Leia mais sobre o assunto na matéria:

Um comentário:

  1. Boa Telma e para todos .
    O Brasil esta ultrapassados com as hidrelétricas no passado elas foram a solução para gerar energia elétrica mas atualmente com falta de chuvas esta comprovado que o pais precisa investir em alternativas sustentáveis para a geração de energia elétrica .
    Parece me que os nossos governantes não querem esta mudanças no setor elétrico já faz algum tempo que venho divulgando os meus projetos para a Geração de Energia Auto Sustentável todos eles conhecem os Projeto EAS só não apoio financeiramente não sei porque .
    Em seis meses todos os projetos poderão ficar prontos , sem precisar construir represas sem destruição do meio ambiente só depende deles .
    Compartilhe participe deste futuro sustentável com os Projetos de Energia Auto Sustentável , no Face Projeto EAS , no Blog projetoeas.blogspot.com.br atualmente a compartilhado em 30 países ...

    ResponderExcluir