Rio Tapajós: o governo vai tirar do papel a usina de São Luiz

O governo tenta incluir o projeto hidrelétrico de São Luiz, no Rio Tapajós, já no próximo Plano Decenal de Energia Elétrica (PDEE), que será enviado pela EPE ao Ministério de Minas e Energia ainda este mês. Com capacidade de 10 mil MW, o projeto pode tornar-se a próxima grande usina do País após Belo Monte, no Xingu, que deve ser licitada ainda em 2009. "Estamos na fase de estudo de inventário, nos aproximando da viabilidade econômica", disse o secretário do ministério, Altino Ventura Filho, para quem a nova hidrelétrica poderia entrar em operação no fim da próxima década. (O Estado de são Paulo- 18.07.2008)

Leia também:
Plano prevê, agora, 2 hidrelétricas no rio Tapajós


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Cordel da Energia

Qual, é afinal, o papel da Funai?

A Amazônia e a Reserva Nacional de Cobre e Associados (RENCA)