Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH) : novos representantes nas CTs

A Coordenação do Fórum Nacional da Sociedade Civil (FONASC) indicou os novos representantes das Organizações Civis, Ongs e Movimentos Sociais para as Câmaras Técnicas (CTs) do Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH). Os novos membros estiveram nesta semana (05 e 06 de agosto), em Brasília, participando das reuniões e dando continuidade ao trabalho desenvolvido nos últimos dois anos. Com isso se inicia uma nova etapa para as organizações da sociedade civil (ONGs), cidadãos e comunidades brasileiras que buscam justiça nas políticas públicas que envolvem a água.

Pretende-se em breve que, através de um novo espaço virtual que está sendo criado, se possa divulgar amplamente todas as informações sobre as reuniões, matérias e documentos que tramitam dentro do CNRH. O objetivo é usar uma nova ferramenta e integrar as várias listas de discussão para tornar mais transparente a participação da sociedade no CNRH e com isso fortalecer o coletivo. É um desafio, sabemos, mas queremos contar com toda a colaboração possível que nos direcione no caminho certo para enfrentar um plenário onde somos a minoria das minorias.

Os conflitos às margens das águas do Brasil devem ser tratados com a participação e o fortalecimento das comunidades locais envolvidas. Queremos, também, nos colocar à disposição para dirimir quaisquer dúvidas.


Os atuais e mais novos integrantes:

Câmara Técnica de Educação, Capacitação, Mobilização Social e Informação em Recursos Hídricos (CTEM) - Telma Monteiro (SP)

Câmara Técnica de Integração de Procedimentos, Ações de Outorga e Ações Reguladoras (CTPOAR) - Claudio Bedran (SP)

Câmara Técnica de Integração da Gestão das Bacias Hidrográficas e dos Sistemas Estuarinos e Zona Costeira (CTCOST) - Cleber Nunes (SC)

Câmara Técnica de Águas Subterrâneas (CTAS) - Liziane Becker (RS)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Cordel da Energia

A Amazônia e a Reserva Nacional de Cobre e Associados (RENCA)

Qual, é afinal, o papel da Funai?